Mensagens de Luz  
 
 
  Textos Espíritas  
 
 
  Guia de Centros Espíritas  
 
 
  Fale Conosco  
 
 
Página Inicial - O Espiritismo
 Home
 A Doutrina
  O que é?
  Conheça Allan Kardec
  Biografias
  Galeria de Imagens
  Fale Conosco
  Links Indicados
  Sugestão de Livros
  Obras Básicas
 O Espiritismo e Você
  Mensagens de Luz
  Textos Espíritas
  Guia de Endereços
  de Centros Espíritas
 
 
>> TEXTOS ESPÍRITAS >> WELLINGTON BALBO
 

Kardec e a fonte da juventude

Autor: Wellington Balbo

Desde eras remotas o homem persegue a juventude, procurando por uma poção mágica que o deixe longe das rugas do tempo.
No século III a. C. o herói e rei sumério Gilgamesh procurou em vão por uma fonte mágica que pudesse imortalizar o homem, deixando-o em eterna juventude, no entanto, nada encontrou. Na Grécia antiga encontramos a deusa Hera que banhava-se na fonte de Calatos, a fim de ficar sempre linda e jovem para seu esposo Júpiter.
A luta pela juventude eterna também seduziu grandes conquistadores como Alexandre Magno - (356 a. C. - 323 a. C.), não obstante a esmerada educação ministrada pelo sábio Aristóteles, Magno também deixou se envolver pela vontade de ser eternamente jovem, belo e conquistador, o célebre rei da Macedônia também não encontrou a fonte da juventude, e veio a falecer de febre, ainda jovem, aos 33 anos.
Mais adiante nos deparamos com a figura de Juan Ponce de León (1460-1521), um marinheiro espanhol, amigo de Cristóvão Colombo, que certa vez ouviu dos indígenas a história de uma fonte que rejuvenescia as pessoas que de sua água bebessem. Ponce de León procurou obstinadamente pela fonte da juventude na região da Flórida – EUA. Não encontrou a fonte e morreu aos 61 anos, em Havana – Cuba.
A modernidade, porém, veio em nosso socorro e parece ter encontrado a fonte da juventude nas academias e nas salas dos cirurgiões plásticos. Em entrevista a um canal de televisão, questionada sobre o segredo de sua juventude, a atriz global Suzana Vieira, afirmou: “O segredo de minha juventude é um cirurgião plástico competente”.
A ciência hoje, com seus incontáveis métodos de rejuvenescimento, faz maravilhas.
Puxa aqui, estica lá... lipoaspiração, botox, malhação, silicone...
Cirurgias plásticas tornam homens e mulheres mais belos. As rugas indesejadas já estão sendo combatidas pela tecnologia que avança a largos passos. A imagem da vovó fazendo tricô na cadeira de balanço, e do vovô contando histórias para os netinhos, perde espaço para jovens vovôs e vovós prontos a encarar radicais aventuras.
São os novos tempos, tempos da modernidade e beleza... Viva os cosméticos e academias!
Novos tempos, porém, que só se modificaram nas aparências. Para alguns a velhice das idéias ainda permanece, felizmente que não é regra e há muitas exceções.
Por isso, forçoso admitir que a juventude, tanto procurada pelo homem, reside mais na alma do que no corpo físico.
Não raro, belas pessoas, jovens ainda, ou nem tão jovens, mas que afugentaram os tão indesejáveis efeitos do tempo com as novas técnicas de embelezamento, permanecem com idéias velhas, caducas, que remontam à Idade Média.
A questão referente à legalização do aborto, por exemplo, lamentavelmente volta a ser manchete, e é uma das milhares de idéias retrógradas defendidas por alguns “belos jovens velhos”.
E desculpas para sustentar essa idéia caduca da legalização do aborto nossos “belos jovens velhos” têm aos montes. Dizem que é um direito da mulher de dispor do próprio corpo. Dizem também que, legalizar o aborto é caso de saúde pública porque muitas mulheres morrem vitimadas pelos aborteiros clandestinos. São idéias ultrapassadas que apenas uma mentalidade em descompasso com a modernidade da vida pode conceber. Em realidade, para nossos “belos jovens velhos”, mulheres solteiras, sem recursos, são incubadoras de criminosos. É que eles Ignoram detalhe fundamental:
Todos somos Espíritos imortais, já existíamos antes da fecundação, iremos continuar existindo após a morte do corpo, ou do feto, no caso do aborto. Nada nem ninguém pode matar a essência construída pelo Criador na oficina da natureza, por isso a idéia do aborto se torna retrógrada. Se antes poderíamos depositar a culpa por permitirmos absurdos na ignorância e falta de informação, hoje isso não mais pode acontecer. Não somos mais os ignorantes de séculos atrás, as informações estão estampadas por todos os cantos e recantos do planeta, e isso aumenta nossa responsabilidade perante às leis que regem a vida.
Em “O Livro dos Espíritos” ,na questão de nº 344, Kardec questiona os sábios da espiritualidade:
P - Em que momento a alma se une ao corpo?
R - A união começa na concepção, mas só se completa no instante do nascimento. No momento da concepção, o Espírito designado para habitar determinado corpo se liga a ele por um laço fluídico e vai aumentando essa ligação cada vez mais, até o instante do nascimento da criança. O grito que sai da criança anuncia que ela se encontra entre os vivos e servidores de Deus.
Notável resposta! Mas que infelizmente ainda não é observada por alguma parcela da humanidade.
É que o preconceito faz nossos “belos jovens velhos” olhar o mundo sob a lente de antigos paradigmas que lhes impedem de rejuvenescer a alma. Mudanças interiores? De forma alguma, essas mudanças vêm sem anestesia, portanto, doem muito. Mudanças apenas as exteriores, que, sobretudo, causam boa impressão aos olhos dos outros.
É o “jovem velho homem”, que espantou as rugas do tempo, mas escravo é das rugas do espírito.
Que bom será quando as idéias se rejuvenescerem junto com as aparências, e a lipoaspiração tocar também o coração, queimando o preconceito, a mágoa e a inveja.
Quê se tornem joviais as idéias, modificando as formas de ver o mundo, a vida e as pessoas, tirando as rugas do egoísmo, fazendo rejuvenescer também o espírito em torno do Bem e da Verdade.
A tão procurada fonte da juventude se encontra em nós mesmos, a partir do momento que nos dispusermos a desbravar nosso íntimo iremos nos deparar com um mundo novo, mais jovem e acessível às mudanças naturais impostas pelo tempo.
Os cabelos brancos já não causarão repudio, serão, pois, sinais de charme e sabedoria. A idade que avança será vista como sinônimo de experiência amealhada nos palcos da vida, causando admiração, e não passaporte para uma vida semi vegetativa que desperta piedade e tristeza, fazendo muitos terem pavor de ver a idade avançar.
Fique claro entre nós, quê rejuvenesça o corpo! Tudo a favor da beleza, do corpo bem definido, da estética, porém, que venha junto o rejuvenescimento da alma, modificando antigos padrões mentais, porque será banhando nosso Ser com a juventude da mudança, que teremos um sorriso mais belo, uma alma mais sábia, um olhar mais sereno, que repercutirão em saúde, proporcionando-nos um corpo mais disposto e jovial, a refletir a beleza que exala nosso espírito.




Voltar para Textos Espíritas

HISTÓRICO DE TEXTOS DE WELLINGTON BALBO
12/11/2008 - Oração sem ação: moeda de apenas uma face

23/10/2008 - Kardec e a fonte da juventude

01/10/2008 - Kardec e o auto conhecimento

 
HISTÓRICO DE TEXTOS DE TODOS AUTORES
24/11/2020 - O Espiritismo em Bordeaux

11/02/2018 - A Fé

18/12/2017 - Natal

17/09/2017 - Sobre Jesus e o Espírito da Verdade

16/06/2017 - Reencarnação

 
 
Busca
  
  
  
 
Temas Importantes
- Reencarnação
- Obsessão
- Mediunidade
 
Divulgação
- Indique o Site
- Adicione aos Favoritos
 
Mensagem do dia
“O mal que nos fazem somente nos fará mal se revidarmos, tornando-nos maus, a nosso turno iguais ao agressor”. Marco Prisco
 
Boletim Eletrônico
Cadastre seu e-mail e receba mensagens de Luz, textos e outras informações.
E-mail

Assinar Remover
Copyright© 2004/2021 - O Espiritismo - Araraquara/SP - Todos os direitos reservados

Webmaster